14/09/2021

Produtos Viridian avançam em um mercado exigente em qualidade

Lançada em meados do ano passado, quando a Cocamar inaugurou sua indústria de fertilizantes foliares e adjuvantes, a linha de produtos Viridian vem apresentando forte crescimento nas aquisições realizadas pelos mais de 16 mil produtores cooperados.

 

Interesse - Para se ter uma ideia do interesse dos produtores, durante a realização no mês de agosto do Dia de Campo de Inverno Digital, que totalizou 37.555 acessos, o estande virtual do Viridian foi um dos mais visitados. Nele era apresentado um vídeo com um breve histórico e também informando como a linha de fertilizantes e adjuvantes é produzida, testada e validada.

 

O engenheiro agrônomo Marcos Paulo de Oliveira, responsável pelo desenvolvimento de mercado do Viridian, explica que a cooperativa conta em sua indústria com uma equipe altamente especializada, visando a garantir a qualidade e também a atender às reais necessidades dos produtores em suas diferentes regiões. “Os testes e validações são realizados em três regiões do Paraná [Iporã, Maringá e São Sebastião da Amoreira] e uma do Mato Grosso do Sul [Dourados] com o apoio de renomadas instituições, entre elas o Instituto Dashen de Bandeirantes e a Universidade Estadual de Maringá”, afirma.

 

“A alta credibilidade da Cocamar é uma segurança para o produtor que pretende evoluir em seu negócio”, acrescenta Marcos, enfatizando: “as matérias-primas e o processo de elaboração contam com certificação de qualidade e os testes e validações são realizados por empresas credenciadas, sem a interferência da Cocamar, com o acompanhamento de instituições renomadas”.

 

O gerente executivo técnico, Renato Watanabe, comenta que numa primeira fase, até o final da safra de verão passada, a Cocamar atuou com quatro campos de experimentações de fertilizantes, que representam as diferentes regiões de atuação da cooperativa, realizando mais de três mil protocolos técnicos.

 

“O objetivo foi posicionar nossa linha de produtos frente às principais referências do mercado, criando pacotes tecnológicos para atender ao apetite de investimento do produtor”, diz, mencionando que estão sendo apurados, também, os resultados de milho e, em breve, de trigo. “Para esta safra 2021/22, nossos protocolos estão pautados em testar e validar novos produtos”, informa Watanabe, mencionando que a cooperativa vem trabalhando em um portfólio específico para cana-de-açúcar em parceria com usinas da região.

 

 



Maringá - PR 25/09/2021 Min. 14 ºC Max. 31 ºC
Sol
Maringá - PR 26/09/2021 Min. 15 ºC Max. 32 ºC
Sol