13/09/2018

Lourenço fala de ILPF no Maringá em Foco

Defendendo o sistema de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF) como a solução para revitalizar as pastagens degradadas e, ao mesmo tempo, incorporar essas áreas à moderna produção de grãos, o presidente do Conselho de Administração da Cocamar, Luiz Lourenço, foi um dos participantes do Maringá em Foco Agronegócio. O evento foi promovido pela Rádio CBN na noite de quarta-feira (12/9) no Nobile Hotel, em Maringá.

 

PAINEL - Lourenço participou de um painel comandado pelo âncora da emissora, Gilson Aguiar, ao lado do secretário de Estado da Agricultura e do Abastecimento, George Hiraiwa, e do presidente da Associação de Produtores de Biocombustíveis do Estado do Paraná (Alcopar), Miguel Tranin. Cerca de 150 convidados presenciaram o painel.

 

CRESCIMENTO POPULACIONAL - De acordo com Lourenço, estudos recentes apontam que um hectare de pastagem gera R$ 1 mil por ano à economia regional, contra R$ 9 mil propiciados pela cultura de soja. “A ineficácia da pecuária tradicional, com seu modelo extrativista, não se sustenta mais”, afirmou. O dirigente falou também sobre os desafios da agricultura para os próximos anos, destacando o crescimento populacional do planeta, que deve chegar a 9,7 bilhões de indivíduos em 2050, ante 7 bilhões em 2011. “Precisamos pensar que a Índia vai demandar, num futuro próximo, uma quantidade de alimentos tão grande quanto a China”, citou.  



Maringá - PR 24/09/2018 Min. 20 ºC Max. 32 ºC
Sol
Maringá - PR 25/09/2018 Min. 22 ºC Max. 34 ºC
Sol