16/06/2017

Cooperados preservam tradições juninas

As mudanças dos costumes no meio rural, nas últimas décadas, com a gradativa transformação dos negócios, levaram também ao desaparecimento, em parte, das tradições cultivadas pelas famílias.

 

São poucas as propriedades rurais, hoje em dia, que ainda mantêm celebrações autênticas e populares, como os esperados festejos juninos, nos quais se ressalta a religiosidade e permitem conhecer o jeito cordial e alegre dos participantes.

 

SÃO JOÃO - Em Maringá, um dos principais eventos juninos rurais é devotado a São João (dia 24) e foi tombado há anos como patrimônio imaterial e cultural do município. Cabe ao poder público realizá-lo todos os anos, preservando a iniciativa do cooperado e pioneiro Agenor Borghi, o seu Zico, que ao longo de décadas organizou a festa em sua propriedade de café, na gleba Pinguim.

 

POVO UNIDO - No entanto, graças aos esforços de algumas famílias de produtores, essa tradição não é esquecida. Em Doutor Camargo, a 30 quilômetros de Maringá, o cooperado Jorge Pedro Frare organiza anualmente em sua chácara, próxima a cidade, a tradicional homenagem ao mesmo padroeiro. Ao cair da noite de 24 de junho, São João começa a receber as honras, da mesma forma como se vê há muitos anos: o povo se junta para o comovente terço de rosas e, na sequência, assistir a alegre dança da quadrilha ao som de um grupo local em que o proprietário é o sanfoneiro. Tudo isso em falar da vestimenta e dos enfeites coloridos. Por fim, a comilança, com pratos de salgados e bebidas compartilhados entre as famílias convidadas.  

 

SÃO PEDRO - Outra celebração digna de registro, em Maringá, é a da família Tezolin, também na comunidade Pinguim – que recebeu

esse nome por ser geralmente mais fria, no inverno, que outras no mesmo município. O cooperado Dirceu Tezolin e seus familiares homenageiam, todos os anos, o padroeiro deles, São Pedro (dia 29), mantendo um costume que, segundo consta, remonta há mais de um século e foi trazido da Itália por seus antepassados. Terço, acendimento da fogueira e a habitual ascensão de um mastro com a imagem do santo no topo, fazem parte da festa, prestigiada geralmente por convidados da própria região.  

 

 



Maringá - PR 22/06/2017 Min. 14 ºC Max. 24 ºC
Céu claro
Maringá - PR 23/06/2017 Min. 15 ºC Max. 25 ºC
Céu claro