08/11/2017

Cooperado é destaque de produtividade regional

Já na reta final da colheita, alguns produtores de laranja se destacam por sua alta produtividade na região da Cocamar. Um deles, Celso Carlos dos Santos Júnior, cultiva 23 mil pés em Nova Esperança, a 40 quilômetros de Maringá. Assistido pela engenheira agrônoma Amanda Caroline Zito, da unidade local da cooperativa, Santos estima finalizar a safra, no início do próximo ano, totalizando cerca de 90 mil caixas de 40,8 quilos. São 3,9 caixas em média por planta, mais que o dobro do obtido nos últimos anos na região, de 1,8 caixa.

 

“Empregamos toda a tecnologia recomendada pela cooperativa”, afirma o produtor, que implantou seu pomar em 2003. Ele menciona que o planejamento da safra é feito com a orientação profissional da Cocamar e a sua propriedade possui escala que permite utilizar maquinários e mão de obra de acordo com a demanda e no tempo adequado. “Pensamos a citricultura no médio e longo prazos”, diz Santos, explicando que a atividade se desenvolve de forma integrada à avicultura. Em três barracões, ele aloja 90 mil aves e, a cada ano, retira aproximadamente 800 toneladas de matéria orgânica (a chamada “cama de frango”), das quais pelo menos 600 toneladas seguem para a fertilização complementar do pomar.

 

Até o momento, segundo a área técnica da cooperativa, 75% dos pomares dos produtores associados, nas regiões noroeste e norte do Estado, estão colhidos. A expectativa da Cocamar é de uma safra de 7 milhões de caixas.

 

 



Maringá - PR 21/11/2017 Min. 20 ºC Max. 30 ºC
Sol
Maringá - PR 22/11/2017 Min. 22 ºC Max. 32 ºC
Predomínio de sol