05/10/2018

Cocamar participa do Fórum de Desenvolvimento

Foi com a intenção de debater a realidade e os potenciais da economia na região noroeste do Estado que Cianorte sediou na última quarta-feira (3/10), na Universidade Paranaense (Unipar), o Fórum Regional de Desenvolvimento do Noroeste Paranaense. O evento teve a Cocamar entre seus apoiadores e contou com a participação de lideranças, especialistas, técnicos e estudantes.  

 

PALESTRA - Como parte da programação, o engenheiro agrônomo José Eduardo Luqui Marcon, da unidade local da cooperativa, proferiu palestra com o tema “Avaliação do desenvolvimento do Noroeste e as ações inovadoras da cooperativa”.

 

DESAFIO - Após uma apresentação sobre a Cocamar, que foi fundada há 55 anos e congrega atualmente 14 mil produtores cooperados em 68 municípios dos Estados do Paraná, São Paulo e Mato Grosso do Sul - onde na safra 2017/18 recebeu 2,7 milhões de toneladas de grãos -, José Eduardo deu foco ao grande desafio que há mais de 20 anos vem sendo enfrentado pela cooperativa e instituições parceiras: reverter o processo de degradação dos pastos.

 

BAIXO RETORNO - Segundo o engenheiro agrônomo, nada menos que 72% da região noroeste, onde predomina o arenito caiuá, são formados de pastagens com baixíssima média de ocupação, apenas 1,2 unidade animal/hectare/ano, o que resulta em 5 arrobas (75kg) de carne/ano.

 

LARANJA - Com seu histórico inovador, a Cocamar começou nos anos 1980 a investir em programas para fazer frente a essa situação. O primeiro deles foi a instalação de um polo citrícola na região de Paranavaí, fomentando o plantio de pomares de laranja, garantindo o recebimento e industrializando a produção. O segundo, na década seguinte, foi o programa de Integração Lavoura-Pecuária-Floresta (ILPF).

 

INTEGRAÇÃO - Sustentável, o sistema ILPF consiste em aproveitar pastos degradados para a incorporação de um modelo altamente produtivo, com o cultivo de soja no verão e, na mesma área, pecuária no inverno. O plantio de eucalipto, em espaços intercalares, oferece uma renda adicional com a produção da madeira e sombreamento para o conforto térmico dos animais. José Eduardo destacou que esse modelo constitui oportunidade para a geração de riquezas na região.

 

IRRIGAÇÃO - Finalmente, o palestrante falou sobre o interesse da Cocamar em apoiar os produtores em projetos de irrigação na região do arenito, de maneira a minimizar os efeitos de déficit hídrico, assegurando umidade e a produção.  

 



Maringá - PR 04/07/2020 Min. 10 ºC Max. 21 ºC
Predomínio de sol
Maringá - PR 05/07/2020 Min. 14 ºC Max. 23 ºC
Predomínio de sol