14/06/2017

Chuvas travam a colheita de milho

As chuvas dos últimos dias, com pequenos intervalos de sol, têm dificultado o avanço da colheita de milho na região de Maringá. De acordo com a Cocamar, apenas alguns municípios das imediações, iniciaram os trabalhos, mas o percentual de lavouras colhidas ainda é reduzido.

 

O coordenador técnico de culturas anuais da cooperativa, Rafael Furlanetto, afirma que a demora na colheita ainda não é motivo para preocupações. “Os indicativos são de uma boa produtividade”, diz, explicando que a umidade ainda não compromete as espigas, a não ser em alguns casos isolados.

 

Nas primeiras áreas colhidas por Luis Alberto Palaro, em Floresta, a 20km de Maringá, a média girou em torno de 300 sacas por alqueire. Essa quantidade também foi registrada nas primeiras lavouras colhidas pelas famílias Mori, Murata, Formaggio e Dante, na vizinha Ivatuba. “As plantações estão excelentes”, observa Palaro, salientando que no ano passado a sua marca inicial foi de 260 sacas por alqueire.

 

O gerente da unidade da Cocamar em Ivatuba, Carlos Bortot, confirmou nesta terça-feira (13) que as chuvas não têm preocupado os produtores até o momento. “Assim que as condições estiverem propícias, a colheita irá deslanchar”, assinala.

 

 

A previsão da Cocamar é de uma média geral de produtividade ao redor de 220 sacas por alqueire. A cooperativa estima receber 1,2 milhão de toneladas do cereal, um recorde. 



Maringá - PR 22/10/2017 Min. 21 ºC Max. 28 ºC
Sol
Maringá - PR 23/10/2017 Min. 20 ºC Max. 27 ºC
Sol